Espanha

Guia Toledo, Espanha: completo!

Cerca de 80 km de Madri encontra-se uma das cidades medievais mais visitadas da Espanha, Toledo. É comum fazer um bate-volta rápido desde Madri até lá.

Se quiser visitar por conta própria, prepare-se para caminhar. Cheia de subidas, é preciso um bom par de sapatos para explorar a pequena cidade.

Toledo
Euzinha tentando um selfie com a cidade ao fundo kkk

História

Foi no século VIII os mouros (árabes do norte da África) tomaram Toledo dos romanos e fortaleceram sua fama de centro de religião e aprendizado. Tudo graças à sua tolerância com diferentes culturas.

A coexistência de povos judaicos com cristãos trouxe prosperidade à cidade, que ficou reconhecida por seus renomados professores e escolas. Essa convivência pacífica deu à cidade o apelido de “Ciudad de las Tres Culturas”. Cristã, judia e muçulmana.

Com a expulsão dos judeus da Espanha em 1492 e a escolha de Madri como capital em 1561, Toledo foi atingida financeiramente e perdeu grande parte de sua importância política. Para piorar, em 1601 os árabes convertidos foram expulsos do país e levaram consigo a comunidade artesã da cidade.

Um dos maiores expoentes artísticos de Toledo é o pintor El Greco, que viveu lá por mais de quarenta anos e retratou em suas obras o declínio da região. Cervantes, escritor de Dom Quixote, também se influenciou em Toledo para compor sua obra prima.

No século XIX, com a descoberta de El Greco pela crítica especializada, a cidade passou a reconquistar sua importância, atraindo turistas. Hoje, Toledo é uma cidade calma, lotada de turistas e lojas de souvenir.

O que ver

Considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a cidade localiza-se no topo de um monte, culminando em um sobe-e-desce interminável. Quase impossível não se perder. Faz parte, perder-se é complemento à experiência, que mescla mesquitas, catedrais, sinagogas e muitas ruelas estreitas.

O ponto de partida para quem vai a Toledo é a Plaza de Zocodover, ampla praça onde se encontra um centro de informação turístico. De lá, siga pela Calle del Comercio, a principal rua do centro turístico e a mais movimentada. Continuando reto você chegará à parte traseira da Catedral toledana.

Toledo
Plaza Zocodover

É muito clara a influência moura na arquitetura de Toledo. Além das ruas labirínticas, eles acreditavam que a beleza vem de dentro, não do exterior. Assim, construíram monumentos que à primeira vista podem parecer simplórios, mas que carregam em seu interior  grande riqueza de detalhes.

Quase que escondida pela proximidade dos prédios ao seu redor, no interior da Catedral há altares cobertos de ouro, pinturas de Goya e Caravaggio, além de capelas e fachadas de importância religiosa e arquitetônica.

Toledo
Entrada frontal da Catedral toledana
Toledo
Entrada de trás da Catedral

O Alcázar é outro monumento de interesse. Localizado na colina mais alta da cidade e construído a princípio como um forte de defesa árabe, teve vários papéis. Desde prisão até quartel general de exércitos regionais e estrangeiros.

Seu exterior é decepcionante para quem espera uma grande construção histórica. É simples – seguindo a linha de raciocínio da importância interior ante a exterior dos árabes -, uma grande estrutura retangular com portas, janelas e quatro torres. Não é possível entrar diretamente no Alcázar, apenas no Museo del Ejército, localizado dentro dele.

Toledo
Alcázar

Religião

Dentre os centros religiosos da cidade, a Sinagoga del Tránsito é a mais famosa expressão judaica. Há apenas cinco sinagogas ainda em uso na Espanha e a del Tránsito é uma delas. Outra é a Sinagoga de Santa María La Blanca, localizada na mesma rua da primeira e quase dois séculos mais velha, contudo muito mais simplória. As demais não estão em Toledo.

A Mesquita del Cristo de la Luz é a principal representante muçulmana da cidade. Escavações arqueológicas revelaram a presença de restos romanos no subsolo. Outra que vale a visita é a Mezquita de las Tornerías, uma vez que sua estrutura é singular. Devido ao desnível do terreno, foram feitas duas plantas em seu planejamento, culminando em salas desregulares e cômodos confusos.

Toledo

No lado cristão, há diversos conventos e monastérios ainda em uso. Os principais são o Convento de San Clemente, o mais antigo de Toledo e que conta com 20 freiras vivendo lá, e o Monasterio San Juan de los Reyes, com arquitetura rebuscada e onde estão enterrados falecidos nobres espanhóis.

Toledo

Se quiser conhecer mais sobre o pintor El Greco, visite o Museo del Greco, com obras suas e de seus alunos. Numa recente reforma, ele passou a abrigar novos cômodos, escavações de covas medievais e um jardim.

E se o sobe-e-desce entre museus e igrejas não for suficiente, caminhe um pouco fora do centro até a Puente de Alcántara (atravessada pelo rio Tejo, o mesmo de Portugal). Construída na época romana e detentora da melhor vista para a cidade.

Onde comer

Antes de falar de restaurantes, vamos pular para a sobremesa. O marzipan é um doce típico espanhol e sua loja mais tradicional encontra-se em Toledo, a Santo Tomé. A loja mantém sua receita desde 1856.

ToledoToledo

Restaurante Cúrcuma – Culinária típica espanhola, possui um varanda com jardim agradável.

La Flor de la Esquina – Com um charmoso toque rústico, o restaurante tem uma boa carta de vinhos e petiscos típicos da região. Sua varanda é ideal para ficar observando o movimento e é até possível ver a Catedral de lá.

Bar Ludeña – Famoso bar de tapas da cidade. Sua fama vem das “carcamusas”, prato típico de Toledo que consiste em um cozido de carne acompanhado de vegetais. De preço camarada, atrai estudantes.

Como chegar

Trem – Os trens AVE saem da Madri a cada meia hora da estação Atocha. Cada trajeto custa em torno de 12 euros e a viagem demora cerca de meia hora.

Ônibus – A ALSA faz o trajeto entre as duas cidades a cada meia hora, saindo do Intercambiador de Autobuses Plaza Eliptica, em Madri. O bilhete ida e volta custa aproximadamente 10 euros e a viagem demora uma hora.

Se optar por uma das opções acima, não se assuste se chegar à cidade e não avistar nada. É necessário subir até a praça principal, no topo do grande monte. Ou por meio de um ônibus, ou subindo as enormes escadas rolantes disponibilizadas pela prefeitura.

Carro – Talvez não seja a melhor opção já que as ruelas estreitas não permitem que carros estacionem pela cidade, sendo necessário pagar um estacionamento. Se mesmo assim preferir, a estrada que leva até Toledo é a A-42, num trajeto de 50 minutos.

Onde ficar

Hotel Pintor El Greco (a partir de 75 euros) – Próximo ao Museo El Greco, é moderno e recém-restaurado, além de fazer parte da rede Sercotel de hotéis.

Hostal Toledo (a partir de 30 euros) – Bem simples, é um B&B a 10 minutos (caminhando) do centro histórico.

Melhor época

Por ser íngreme, evite as épocas de chuva e, como está localizado no topo de um monte, cuidado com o calor do alto verão.

Curtiram?

Beijos,

Amanda

Confira a experiência do blog Tire a Bunda do Sofá em Toledo aqui!

Opine aqui à vontade!

Deixe uma resposta

18 comentários

    Adorei o post!!! Morro de vontade de conhecer Toledo!!! Aliás, a Espanha toda, rs… E as atrações da cidade parecem ser bem legais também…

    Toledo é incrível!! Sem dúvida um destino imperdível na Espanha. Achei demais as espadas e tudo mais, principalmente as réplicas do Senhor dos Anéis.

    biancaiglesias
    Responder

    Muito bom o post! Super completo… amei e já anotei todas as dicas. bjss

    Cristina
    Responder

    Que lindo! Adoro cidades declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Estou pensando em viajar para a Espanha ainda neste ano, acho que vou curtir Toledo. Parabéns pelo post!

    Adorei o post e as dicas!!! Toledo é linda e parece ser um ótimo lugar para turistar.

    Eu adorei Toledo. Agora preciso voltar num dia mais quentinho , pq fui no meio do inverno. Muito bom o post!

    Toledo é um desses lugares que fica no imaginário dos viajantes, já tive a oportunidade de passar pela cidade, mas infelizmente não conheci nada, está nos meus planos para uma nova viagem à Espanha!

    Que lugar interessante! Seu post me deixou curiosa para conhecer. Vou incluir Toledo na minha próxima viagem a Espanha!

    Muito bom! Ainda não fomos para a Espanha, mas estamos já planejando um roteiro, veio bem a calhar.

      É meu pais preferido na Europa! Tem varias dicas no blog, depois dá uma olhada =)

    cynara00
    Responder

    Ai que saudade de Toledo, adoramos a cidade, fizemos um bate-volta partindo de Madri. Fomos de trem e foi super tranquilo.

    eu só conheço a Toledo aqui do Paraná aheuiahe espero mudar isso esse ano, conhecer a ~verdadeira~ ! gostei muito das suas dicas!!

    Enantada com as fotos! Cada lugar lindo. Pena que qdo fui a Madri não deu tempo de fazer esse passeio…