Valparaíso e Viña del Mar

Cerca de 120 km de Santiago, encontram-se as cidades costeiras de Valparaíso e Viña del Mar. A primeira, patrimônio cultural da Unesco, e a outra, reduto praiano dos chilenos endinheirados. São vizinhas e apenas 15 minutos de distância de carro. Opiniões bem distintas apareceram pra mim acerca deste destino; ou era “nem vai, são tipo o Guarujá (em SP)” ou “são lindas, você precisa conhecer!”. Como vou ficar muito tempo no Chile (originalmente, 4 semanas, agora, 5, porque amei a escola e as pessoas, depois conto mais!), sabia que eventualmente iria visitá-las. Não deu outra: logo na primeira semana alguns amigos já começaram a planejar um fim de semana nessas cidades costeiras. Me incluí nos planos e lá fui eu.

wpid-20150314_092752.jpg

wpid-20150314_135332.jpg

Planejamos ir num sábado de manhã para Valparaíso (carinhosamente chamado de Valpo por aqui), passar o dia, dormir num hostel por lá e no domingo de manhã pegar o ônibus para Viña e passar o dia lá, voltando domingo a noite para Santiago. Estava num grupo enorme, éramos 11 pessoas, de suíços a holandeses, passando por brasileiros, alemães e norte americanos. Uma bagunça rs. Fizemos reserva num hostel chamado La Valija Hostel, em Valpo, e pagamos 9000 pesos chilenos por pessoa em quarto coletivo com café da manhã (cerca de 45 reais). O hostel era ótimo, muito central, com funcionários atenciosos e instalações limpas. Só o café que era pobrinho, apenas um pão com geléia e manteiga. Compramos passagens de ônibus em Santiago um dia antes, mas nem era necessário, há um ônibus indo pra Valpo a cada 20 minutos. Assim, no sábado de manhã seguimos por 1h30 rumo a Valpo. A rodoviária de lá é um pouco distante do centro turístico, mas um ônibus local ou um táxi resolve o problema. Como estávamos em muitas pessoas e em esquema “contando moedinhas”, pegamos um busão e ele nos deixou na porta de um dos muito “ascensores” de Valpo, uma das “atrações” da cidade.

Por ser íngreme, a cidade é como uma grande ladeira, e existem os ascensores e funiculares para levar as pessoas para o topo de Valpo. Esses meios de locomocão são considerados Monumentos Históricos Nacionais e dão um certo charme a cidade. Custam cerca de 300, 500 pesos chilenos cada ida (algo como 2 reais).

wpid-20150315_110943.jpg

wpid-20150314_140747.jpg

wpid-20150314_204129.jpg

Chegando em nosso hostel, deixamos as coisas e fomos explorar. Não há taaaaaantas coisas assim para fazer, o lance de Valparaíso é andar, andar e andar pelas ruelas grafitadas e apreciar a vista. Algumas das atracoes são o cemitério (que não achei nada demais) e uma das casas de Pablo Neruda (há tres no Chile), que nem acabamos visitando. Valpo é uma cidade costeira, mas não possui praia, e sim um porto. Ao fim de dia, pagamos 3000 pesos chilenos cada (mais ou menos 15 reais) para fazer um passeio de barco de 45 minutos. Foi bem legal e vimos leoes marinhos beeem de pertinho!!

Nosso almoco foi numa lanchonete e, no jantar, mais por falta de opcao do que por escolha já que a cidade é turística e cara, fomos num restaurante mais chiquetoso com uma linda varanda. Valeu a pena só pela vista noturna da cidade, que é maravilhosa! Estávamos cansados e por isso acabamos nem saindo a noite, mas sei que há uma rua com bares e baladas perto do centro turístico.

wpid-20150314_145900.jpg

wpid-20150314_192525.jpg

wpid-gopr0249_1426380702222_high.jpg

wpid-20150314_153036.jpg

Logo após o café da manhã no domingo, pegamos um onibus para Viña del Mar. Eles são constantes e na rua mesmo voce pode encontrá-los, é só sinalizar e em alguns minutos estávamos em Viña. A grande atracão por lá são as praias, e foi isso o que fizemos o dia todo, rsrs. Há também muitas feiras de rua e um cassino, mas que não visitei. O “relógio” de grama onde se pode ler Viña del Mar na entrada da cidade também é uma atracao, mas nada demais.

Acabamos almocando num shopping porque estávamos em muitas pessoas e é difícil agradar a todos os paladares hahaha e depois de mais um pouco de praia, fomos caminhando para a rodoviária pegar o onibus de volta a Santiago, algo em torno de 20 minutos andando.

wpid-20150315_125520.jpg

wpid-gopr0255_1426435957478_high.jpg

wpid-20150315_161929.jpg

Consideracoes gerais? É interessante, mas não imprescindível. Se voce tem poucos dias no Chile, nem se preocupe em ir para esses destinos. Mas, se como eu, voce tem tempo de sobra por aqui, vale o passeio. Contudo, ambas podem ser vistas e apreciadas em apenas um dia.

Desculpem-me a demora para escrever, mas realmente está complicado me organizar por aqui. Mais posts estão por vir!

Beijos,

Amanda

Ei, quer ver um roteiro de um dia em Viña del Mar? Clique no post do blog Vamos por Aí!

Anúncios

6 comentários Adicione o seu

  1. Josiane Bravo disse:

    Eu amei Valparaíso, mas tive a infelicidade de ser roubada lá 😦 levaram minha bolsa com tudo o que tinha, e não consegui recuperar as fotos que tirei na cidade que estavam no cel. Apesar deste incidente, gostei muito de todo o colorido e grafites da cidade. Preciso voltar para conhecer Vina Del Mar.

    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    1. Josi que peeeeenaaaa!!! Sim, volte para revisitar e tirar outras fotos =)

      Curtido por 1 pessoa

  2. Analuiza disse:

    oi Amanda… Já eu AMEI Valpo. E olhe que lá estive em um dia frio de muita chuva e ainda tomei um banho de água suja! rsrsrs

    Já Viña eu achei taaaaao sem graça… eheheheh

    De qualquer maneira gostei de saber sobre suas impressões sobre as cidades: eu nem sabia sobre esse passeio de barco. 🙂 bjus

    Curtido por 1 pessoa

Opine aqui à vontade!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s